Ô época boa para ser mulher! A gente vive o tempo mais democrático da história das roupas no mundo, em que todo mundo pode tudo é que tudo está disponível para ser usado como quiser.  A vida é muito curta pra querer parecer alguém que não seja a gente mesma. Por isso, quem resolve aceitar suas próprias ‘imperfeições’ (!!) e exercita estar à vontade com a própria aparência acaba conseguindo ver beleza em si mesma, se amando mais e também tudo à sua volta. 

E que a roupa seja instrumento para expressar quem realmente a gente é, e transmitir de verdade nossa essência – assim teremos mais segurança nas nossas escolhas, aparência mais autêntica e muita satisfação em frente ao espelho! O importante é sentir-se confortável na própria pele, coordenar o que se tem da melhor forma e ser a melhor versão de você mesma! 

  
6be8efe435f100b66f58e978f3f7c97a18db3494b0afc845daf8e96216d096dd39d689698c4ec1547421606ccb3fc6ba692b1f432033d045b9a3d2cad3a005bc

 

708b933dec3a08ae6f82260a88373c4c

1c7163d7151cb1bac1809f0d8a36b9453c6a080a016379996fd59b2f0fac6c337b1118797d989f14097f6518ce81edd2632fe42fa66b0245add1d5a2dd251ad0quote-10

55340a7e8082d6eeda3e1ea30e14bd28

69091910dfd3676c0a2d6062e2fa6355

230309837a227e45c1ca0ebbd9d8982fd9e6a7c8c42ef9a2d86df40516356458f29af4ca4b6886eb2e9c20099c008fd5quote5-edith-quote429060983c82ac5516aaa2547a6817bbd25dbbc6b6df89415c360030b47108c085a37537efa553a48d7abdfaae5e86c7cb9ba5ce49c1d110635f908bd05470601092ebf82e446771aa002dd12ad80c1df7b94de1aa0f1236eaceebb3b29ffc24f69f3dc6cbeec3aeb09f315ff0175c0e

 

 

 

aa5c6b12767789f40db1b42e09c88813